Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Bibi da vida real: a história de Fabi Escobar que inspirou A Força do Querer

Tipo:


Poucos podem saber, mas uma das personagens de “A Força do Querer”, novela das nove da Globo, foi construída depois que Gloria Perez teve como inspiração uma história da vida real. A pessoa em questão é Bibi, interpretada por Juliana Paes nas telinhas, que teve sua trama baseada na história deFabiana Escobar, a ex “Baronesa do Pó”.

Fabiana era estudante de Serviço Social da UFRJ quando acabou se casando com seu amor de infância, Saulo de Sá Silva. O casal tinha tudo para ter uma vida normal, se não fosse pelo fato de o marido ter se tornado o “Barão do Pó”, um dos maiores traficantes da Rocinha, no Rio de Janeiro. A história é bastante parecida com a de Bibi em “A Força do Querer” – que ganhou algumas adaptações para a TV.

Poucos podem saber, mas uma das personagens de “A Força do Querer”, novela das nove da Globo, foi construída depois que Gloria Perez teve como inspiração uma história da vida real. A pessoa em questão é Bibi, interpretada por Juliana Paes nas telinhas, que teve sua trama baseada na história deFabiana Escobar, a ex “Baronesa do Pó”.

Fabiana era estudante de Serviço Social da UFRJ quando acabou se casando com seu amor de infância, Saulo de Sá Silva. O casal tinha tudo para ter uma vida normal, se não fosse pelo fato de o marido ter se tornado o “Barão do Pó”, um dos maiores traficantes da Rocinha, no Rio de Janeiro. A história é bastante parecida com a de Bibi em “A Força do Querer” – que ganhou algumas adaptações para a TV.

“O processo para escrever o livro foi bem doloroso, pois tive que reviver muitas coisas tristes e que haviam me magoado. Inicialmente, resolvi escrever tudo em um blog, porque uma notícia havia passado no ‘Fantástico’ e eu sofri uma série de ataques na época. Tudo isso quando eu já estava separada há dois anos. Então senti a necessidade de me defender e mostrar pra todos a história inteira e não somente um resumo que só mostrava uma parte, como era feito nas matérias”, contou.

Mas antes de se tornar escritora e também roteirista de cinema, Fabiana passou por um recomeço em sua vida – processo que foi bastante difícil e conturbado. “Tive que deixar de lado a vaidade, o orgulho e não me abalar com a cobrança da sociedade, que continuava a me apedrejar – mesmo estando nesse processo de retomada da minha identidade. Eu sempre gostei de escrever e isso voltou com força total. Então me apeguei à confiança que algumas pessoas colocavam em mim, eu não podia os decepcionar na arte e cultura”, disse.

Fabiana Escobar era estudante do último período de Serviço Social da UFRJ e estagiava em um presídio quando conheceu Saulo de Sá Silva. Ela conta que “tinha vizinhos e amigos, com uma vida normal e no caminho certo”, mas as escolhas erradas do ex-marido – que na época era carteiro e estudante de matemática – acabaram fazendo com que tudo não fosse como o planejado.

Depois que Saulo optou por entrar no tráfico de drogas do Rio de Janeiro, os trabalhos na área aumentavam cada vez mais, assim como o padrão de vida de sua família. Fabiana, no entanto, afirma que o glamour da vida para quem tem dinheiro no morro está apenas nos olhos de quem vê a situação de fora: por dentro, a situação era bastante diferente.

“Vida do crime, tráfico de drogas, tudo é uma tragédia social, pessoal e moral. Quem mergulha nesse mundo vive um verdadeiro tormento e pouca paz. Momentos alegres existem, porém é tanto tormento, que eles servem apenas de escape por algumas horas e logo tudo volta ao normal”, revelou.

E o “normal” na vida de Fabiana era sentir medo quase 24 horas por dia.

“Naquele tempo, eu sentia medo de morrer nas estradas enquanto estava me escondendo, de morrer e ninguém me achar. Tinha medo de operação policial, de invasão de inimigos. Tinha medo do Saulo me trair, de alguém sequestrar meus filhos, tudo pela minha família”, completou Fabiana.

Saulo foi preso em 2008 após uma operação da polícia. Nessa época, ele e Fabiana ainda estavam juntos. O casal se separou apenas em 2010, depois de várias tentativas da escritora de manter o casamento – mesmo com o marido na prisão.

“Eu senti que era a hora de deixar o Saulo quando percebi que não era mais esposa. Nossa relação se resumia a negócios e a eu fazer tudo para o bem-estar dele. O rompimento do nosso elo de amor foi o baque que eu precisava para acordar a tempo. Esse momento foi tão forte que dinheiro nenhum conseguiu me segurar ao lado dele. A partir daí, eu passei a me sentir usada”, disse Fabiana.

Ao longo dos anos em que passou ao lado do ex-marido, Fabiana acabou “fechando os olhos” para o que Saulo fazia de errado. Segundo a própria, amor foi o culpado por tudo o que aconteceu.

“Eu o amava muito e não entendia que a nossa vida havia mudado. Eu e as crianças éramos o elo com a vida que tínhamos antes. Eu me iludi achando que daria para manter isso, mas no mundo do tráfico não tem espaço para uma família como a nossa”, confessa a escritora.

E é esse amor patológico que Fabiana sentia por Saulo que virou a maior fonte de inspiração de Gloria Perez, que transformou a personagem de Juliana Paes em uma criminosa. Bibi Perigosa largou a faculdade de direito para sustentar a família e o marido, Rubinho, que está preso após uma denúncia anônima.

Na trama da Globo, Bibi ultrapassa os limites da lei e se transforma numa bandida envolvida diretamente no tráfico – o que não aconteceu com Fabiana Escobar na vida real.

Vida após separação

Hoje em dia, apesar de tudo o que aconteceu nos últimos anos, Fabiana afirma que consegue levar uma vida normal. “Eu fui exposta quando o Saulo resolveu entrar pra essa vida, quando ele resolveu fugir. Devido a essa primeira escolha que ele fez, por conta própria, apareci diversas vezes em jornais e TVs, sempre de forma pejorativa. E nem ao menos podia me defender, porque estava fugindo com ele. A exposição começou lá atrás, a diferença atual é que eu posso me defender e mostrar que eu mudei. Por isso não sinto medo, pois estou falando da minha história de vida”, disse.

“Tenho certeza de que a Gloria Perez passará com a novela o que importa, que é a mensagem que eu tentei passar aos leitores do meu livro, ‘Perigosa’. A mensagem que o crime de verdade não compensa. Mostrar que não são somente cadeia e morte que resultam tais escolhas erradas”, relatou Fabiana em umpostde seu blog.

“O crime destrói a família do criminoso, machuca não somente a terceiros, como aos próprios, e que, dependendo do nível de comprometimento, ele tem volta sim. Não é fácil, requer muito desapego, muita humildade, muita ‘Força do Querer’ de verdade. Porque certas atitudes na vida deixam marcas que não se apagam tão facilmente”, completa a escritora.

FONTE VIX



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário