Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

5 doenças que seu útero pode ter e você não sabia: lista inclui até varizes

Tipo:

.

Endometriose, câncer e ferida no colo são alterações que ocorrem no útero das quais você provavelmente já ouviu falar. Mas existem doenças bastante diferentes que também podem acometer esse órgão feminino, por exemplo: você sabia que a tuberculose, que afeta os pulmões, também pode se instalar por lá? E a lista de problemas uterinos incomuns – e um tanto surpreendentes – não para por aí.
Veja mais a seguir.

Doenças uterinas diferentes 

Tuberculose 

É comum associar a tuberculose à doença dos pulmões, o que não está errado, uma vez que é mesmo mais frequente que o causador do problema, o bacilo de Koch, atinja esses órgãos. Mas também existem casos de tuberculose extrapulmonar, que ocorrem quando o bacilo se aloja em outras partes do corpo, como o sistema nervoso central, a coluna e o sistema reprodutivo.

De acordo com o Ministério da Saúde, a tuberculose genital, apesar de rara, é mais comum na faixa etária que vai dos 20 aos 40 anos. O problema costuma ser diagnosticado no momento em que é descoberta a infertilidade, desfecho que acomete 45 a 55% das mulheres com a doença.

Outros sintomas são: dor pélvica, hemorragia, ausência de menstruação, corrimento e sangramento após a menopausa.

A doença costuma atingir prioritariamente a tuba uterina, mas também pode acometer a cavidade uterina, os ovários, o colo do útero e, com menor frequência, o canal vaginal. O tratamento inicial é feito com medicações e, caso ele não seja bem-sucedido, poderá ser indicada a cirurgia para retirada do útero.

Irritação 

Útero irritável é uma condição que ocorre durante a gravidez e faz com que o órgão se contraia aleatoriamente, mesmo que ainda falte muito tempo para o parto. Apesar de não causar dilatação ou desencadear o nascimento do bebê, mulheres que têm o “útero irritado” têm mais chances de ter um parto prematuro.

Muitos médicos recomendam repouso durante a gestação para amenizar as contrações e, em casos mais intensos, podem ser receitados medicamentos com a mesma finalidade.

Varizes 

A dilatação das veias uterinas, que dá origem às varizes pélvica, pode ter diferentes causas. Uma delas é a alteração do funcionamento das válvulas internas dos vasos sanguíneos, o que permite que o sangue se acumule e acabe esgarçando o vaso.

Elas também podem ter causas genéticas ou estar relacionadas à ação do hormônio estradiol, que tem como principais funções o espessamento do endométrio e o estímulo à ovulação, mas acaba dilatando as veias.

Caso as varizes pélvicas se tornem abundantes, elas podem desencadear a Síndrome da Congestão Pélvica, problema marcado, principalmente, por uma intensa dor no baixo ventre.

Cicatriz 

Tecnicamente chamadas de sinéquias uterinas, as cicatrizes no útero se formam, geralmente, após cirurgias, curetagens e processos infecciosos. Os sintomas dependem do local onde ocorreu a cicatriz, se for perto das trompas, por exemplo, pode dificultar o encontro do espermatozoide e do óvulo, mas se for próximo ao canal cervical, pode dificultar a decida da menstruação. A retirada da fibrose que forma a cicatriz costuma ser feita através de cirurgia.

Doença autoimune 

Existem vários estudos que apontam que a endometriose é, na verdade, uma doença autoimune (problema em que os anticorpos atacam o próprio organismo). Alguns dos motivos que indicam essa relação são a associação com outras doenças de fundo imunológico, como o hipotireoidismo, as alterações celulares específicas causadas pela endometriose e o padrão genético da doença.




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário