Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Depilar com lâmina: 8 erros que você comete e detonam sua pele

Tipo:


Mesmo as adeptas da cera acabam, uma vez ou outra, lançando mão da boa e velha gilete para raspar os pelos das pernas ou das axilas. A lâmina elimina os pelos indesejados de maneira rápida e prática. Em compensação, eles podem crescer. Para minimizar esse e outros efeitos, evite os 8 erros a seguir.

Depilação com gilete: 8 atitudes que você não deveria cometer

  • Usar a gilete do namorado: lâminas masculinas e femininas têm designs diferentes justamente para serem usadas em diferentes áreas do corpo. Usando a gilete dele você pode pesar a mão e se machucar. De quebra vocês trocam bactérias, principalmente aquelas que causam bolinhas na pele.
  • Passar a gilete várias vezes: o atrito excessivo pode causar irritação, vermelhidão, coceira, pelos encravados e até sangramento.
  • Raspar a seco: a dermatologista explica que usar lâmina na pele seca gera muito atrito, o que aumenta a chance de cortes, sangramento e pelos encravados.
  • Passar a gilete no sentido errado: Juliana orienta a passar a lâmina no sentido de crescimento do pelo. “Dessa forma o corte ocorre de forma suave, sem traumas e reduz a chance de encravamento”.
  • Deixar a lâmina criar raízes no chuveiro: o ambiente úmido é perfeito para fazer com que a gilete vire uma colônia de bactérias que causam foliculite.
  • Comprar a lâmina que gera mais atrito: a dermatologista Juliana Jordão explica que as lâminas mais simples, portanto mais baratas, são eficientes, mas têm um número menor de lâminas, que têm também menor eficiência. Resultado: depilação mais lenta, com maior atrito e mais passadas.
  • Não limpar a gilete: como qualquer outro instrumento de uso pessoal passado sobre a pele, a lâmina precisa ser higienizada periodicamente para que não transmita bactérias e cause pequenas infecções.
  • Vestir a calça jeans logo em seguida: esse é mais um fator causador de atrito e pelos encravados.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

1 votos, média: 1 de 5


Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário