Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Prisão de ventre: 5 dicas para solucioná-la

Tipo:


A prisão de ventre é uma realidade que nos preocupa bastante, e que afeta a todos com maior ou menor intensidade. Basta ver a grande quantidade de anúncios na TV sobre o assunto, medicamentos que, em certos casos, nos trazem efeitos secundários indesejados. Mas te asseguramos que mediante simples medidas, você pode solucionar este problema. Explicaremos a seguir!

Mas, por que eu sofro com a prisão de ventre?

De acordo com estudos, a prisão de ventre afeta uma em cada cinco pessoas, sendo a maioria mulheres e pessoas com mais de 65 anos. Em certos casos, a constituição feminina ou os efeitos hormonais faz com elas sejam as mais afetadas pela prisão de ventre. Também cabe sinalizar que consideramos estar sofrendo com a prisão de ventre quando vamos ao banheiro e conseguimos evacuar entre uma e três vezes na semana. Mas, veja a seguir quais são as causas básicas desta realidade, que se for muito prolongada, pode ser grave.

Comer mal e depressa.
Não tomar café da manhã.
Manter uma vida sedentária.
Tomar determinados medicamentos (ansiolíticos (para a ansiedade), antidepressivos e anti-hipertensivos).
Reprimir a vontade de ir ao banheiro quando temos vontade.

5 dicas para resolver a prisão de ventre

1. E você, toma o café da manhã corretamente todas as manhãs?

Imprescindível. Certas vezes, saímos de casa com pressa com um simples café no estômago, sem compreender a importância que o café da manhã tem para a nossa vida diária. É a parte mais importante de nossa alimentação, é onde necessitamos recobrar as energia e conservá-las para começar o dia de modo adequado. Esse primeiro alimento que depositamos em nosso estômago é básico para que nossos intestinos funcionem corretamente. Então, qual seria o café da manhã mais adequado?

Um copo de suco de laranja ou de abacaxi;
Uma xícara de aveia, nozes, algumas passas junto com um pouco de leite vegetal. Tudo isso nos traz a dose adequada de fibras que nosso estômago necessita.
Uma xícara de chá verde quente: é imprescindível que pela manhã nós tomamos algo quente para estimular o trânsito intestinal. O chá verde é sempre uma excelente opção.

2. Quanto de líquido você bebe por dia?

Você já sabe, é importante elevar nosso consumo de água para dois litros por dia. Isso nos permite facilitar o trabalho de todos os nossos órgãos, conseguindo com que os rins filtrem melhor o sangue, que eliminem melhor as toxinas, que nosso fígado se revitalize e que, como não, o funcionamento de nossos intestinos seja ótimo para poder evacuar sem dor e esforço. Não custa nada, ponha uma garrafinha de água mineral a cada dia em sua bolsa. E se for muito difícil, coloque na água uma gotinhas de suco de limão. Ficará mais saborosa e refrescante!

3. A chave está nas suas saladas

Evite, antes de tudo, fazer aquilo que você vê primeiro na geladeira. Evite os alimentos pré-cozidos. O importante é consumir frutas e verduras frescas ricas em fibras. Você já sabe que as saladas admitem quase qualquer coisa, logo, por exemplo, é excelente preparar ricas saladas de espinafre com frutas e frutos secos. Um pedaço de abacaxi em uma salada de espinafre e alface, com algumas nozes, pedaços de frango grelhado, acompanhado de azeite de oliva e suco de limão. Muito saboroso!Lembre-se também que consumir verduras naturais sem cozinhar fará que nossas enzimas digestivas aumentem e que o intestino funcione melhor. Logo, consuma de modo natural os tomates, as cebolas, o pimentão.

E que tal, por exemplo, um suco natural de beterraba? Ou mesmo alcachofras com azeite e vinagre? Existem receitas muito boas e saborosas que podem ajudar. Outro dado que você deve ter em mente é que devemos evitar aqueles alimentos que absorvem água (adstringentes) e favorecem a prisão de ventre (maçã, banana e pera).

4. Não tenha medo do pão

Antes de tudo, tenha cuidado com as dietas. Certas vezes seguimos dietas muito restritivas onde no final, acabamos sofrendo prisão de ventre devido a uma falta grave de fibras e cereais. Não é o correto, por exemplo, o erro de não consumir pão porque pensa que vai ganhar muito peso, não é certo. Tem-se que manter um equilíbrio, isso sim, o consumo de cereais e fibras que o pão nos traz é básico para manter uma nutrição adequada e necessária, essencial para não sofrer com a prisão de ventre e nos sentir melhor.

O ideal é consumir pão integral. Evite o pão de forma, já que traz gorduras e farinhas refinadas, especialmente se for branco. O melhor é o pão de aveia, de centeio, com grãos. Estes são saudáveis e perfeitos para acabar com a prisão de ventre.

5. Um pouco de exercício por dia

Basta meia hora ou quarenta minutos. Uma vida sedentária deixa nossos intestinos preguiçosos e eles deixam de trabalhar como deveriam. É essencial então se movimentar, caminhar, sair para passear a pé ou de bicicleta. Faça o exercício cedo pela manhã, quando não está tão quente e faça acompanhado por um amigo, daí o exercício será mais agradável e verá como sua saúde em geral agradecerá.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário