Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Massagem em grávidas: 9 dicas para fazer e aliviar dores e inchaço

Tipo:


Durante a gravidez é natural que as mulheres se queixem de dores nas costas e nas pernas. O peso da barriga e o inchaço são os principais responsáveis pelos incômodos. Além da boa alimentação e da prática de atividades físicas, que já são velhas conhecidas da gestação saudável, as massagens também pode ser boas saídas. E mais: alguns movimentos simples podem ser feito em casa, pelos pais – que, além de amenizar as dores da mãe, ainda cria um vínculo com o feto.

Massagem para grávidas: como fazer

As técnicas, no entanto, além de serem leves com o intuito de relaxar, devem ter alguns cuidados. Fazer na região da barriga somente após o primeiro trimestre e parar ao sentir qualquer tipo de dor estão entre os principais deles. Gestantes com hipertensão e problemas no coração ou nos rins devem solicitar autorização do obstetra. Durante os movimentos, deixe fora a lombar e os tornozelos, regiões que estimulam a contração uterina e podem adiantar o trabalho de parto.

– Antes de começar, ache a posição confortável para ela. A primeira opção é a de lado, com cabeça e pernas apoiadas em travesseiros.

– Dependendo da região que for massagear, coloque a gestante de bruços apoiadas em travesseiros. Lembre-se de que a posição precisa ser muito confortável para ela.

– Os movimentos precisam ser extremamente leves. A intenção não é apertar nenhuma região e tampouco drenar líquidos. Tenha a mão sempre leve.

– Para aliviar a dor nas costas, massageia com leveza usando a parte macia do punho a coluna vertebral. Comece da nuca e desça até o quadril, depois suba. Um lado e depois o outro.

– Com movimentos leves, massageia o osso que fica em cima das nádegas. O pulso fechado pode facilitar o movimento. Faça os movimentos para dentro e, depois, para baixo, em direção aos pés.

– Para a dor nas pernas, massageia a região. De baixo para cima, como se a sua mão abracasse toda a região e fosse deslizando até o bumbum. Depois, faça movimentos circulares com o polegar e o indicador. Evite a região interna das coxas.

– Nenhuma pressão deve ser colocada sobre a barriga ou a região uterina. Quando as mãos foram passar pela região, não devem exercer nenhuma força.

– Tornozelos e pulsos devem ser evitados, já que são os responsáveis pelas contrações uterinas.

– Ao notar qualquer desconforto, pare o movimento imediatamente. A massagem visa relaxar a gestante e não pode, em hipótese alguma, causar dor, tontura ou falta de ar.

– Por fim, além dos movimentos de massagem, também é possível deixar o momento mais agradável com carinho. Preparar um banho quente com velas, fazer carinho nos cabelos ou propor uma caminhada leve são ótimas alternativas.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5


Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário