Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Ela foi humilhada ao nascer como uma “sereia”, só que ninguém imaginou no que ela se tornaria anos mais tarde

Tipo:

large_sereia

A pequena Milagros Cerron veio ao mundo com uma condição rara: uma trissomia na qual suas pernas se grudam durante a formação do feto.

Ainda no hospital, Milagros causou espanto em todos, principalmente em outras pessoas que jamais haviam ouvido falar naquilo. Os médicos a receberam com muito carinho, mas ela ainda era vista com maus olhos pela maioria das pessoas e ficou conhecida como “menina sereia”.

Indefesa, as pessoas se aproximavam de Milagros para tirar fotos e expô-la como um animal de zoológico, um tipo de humilhação que causou problemas no seu bem-estar.

De origem peruana, a menina aos poucos foi conquistando todos a sua volta com uma simpatia e um sorriso acolhedores.

Sua vontade de viver e a alegria de poder estar viva superava qualquer problema que carregava, já que as crianças que nascem assim não resistem por muito tempo, pois seus órgãos vitais, como o intestino, ficam comprometidos com a doença.

Seus pais a receberam com carinho em seus braços. Em nenhum momento pensaram em abandoná-la, mesmo com os comentários pouco amigáveis e olhares depreciativos vindos de terceiros.

Todos sabiam que a operação era de risco, mas seus pais tomariam a decisão que mudaria para sempre essa história.

Após horas de internação, a cirurgia foi um sucesso.

E não demorou muito para que ela começasse a ter uma vida normal. Aprendeu a andar, correr, se movimentar sozinha e, atualmente, ela está completamente curada!

Tão jovem, e Milagros é um exemplo para todos nós, especialmente para inspirar famílias que passam por dificuldades com filhos deficientes. Ela é uma vencedora e, sem dúvida, uma inspiração.




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário