Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Espinhas ou bolinhas no bumbum? Médica indica tratamento e produtos para esfoliar

Tipo:

É comum o aparecimento de “bolinhas vermelhas” na pele do bumbum, geralmente inflamadas e até mesmo doloridas. Segundo a dermatologista Roberta Bibas (RJ), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, nesta região, podemos apresentar dois tipos de lesões de pele: acne ou foliculite.

A segunda é muito mais comum e trata-se de uma inflamação do folículo piloso, que geralmente evolui para o quadro de pelo encravado. Como as nádegas não apresentam tantas glândulas sebáceas como outras partes do corpo (como face, tronco e peitoral), as espinhas são mais raras nesta região, mas também podem aparecer.

O que causa

O entupimento dos ductos da glândula sebácea leva ao surgimento de espinhas
A acne é causada pelo aumento da produção de sebo, que “tampa” o ducto de saída da glândula sebácea e leva à inflamação.

Já a foliculite pode ser ocasionada por uma série de fatores externos. “Os mais comuns são atrito de roupas justas, ficar muito tempo sentado, que também causa atrito, e irritação causada por lâminas de barbear ou depilação com cera”, lista Dra. Roberta.

O uso excessivo de cremes na região das nádegas também pode desencadear erupções similares à acne, porém causadas pelo entupimento dos ductos de fora para dentro. “Geralmente, essas ‘bolinhas’ são causadas pelo uso de cremes antiestrias, que são mais gordurosos”, afirma a dermatologista.

Tratamento

É necessário consultar um dermatologista para descobrir a natureza do problema. “O tratamento é feito à base de ácidos e antibióticos tópicos, que precisam ser prescritos por um médico”, explica a especialista.

Os resultados podem ser acelerados se o paciente se submeter, concomitantemente, a procedimentos estéticos como peelings com propriedades secativas e reepitelizantes. Segundo Dra. Roberta, as lâmpadas de LED também podem auxiliar no combate à inflamação.

Como evitar

Usar roupas largas diminui o atrito entre a pele e a roupa, que é uma das causas de foliculites
Se você já apresentou o problema antes e sabe que tem tendência a desenvolvê-lo novamente, pode seguir os seguintes cuidados para evitar o surgimento de foliculites e espinhas no bumbum:

  • Usar roupas mais folgadas, para evitar atrito;
  • Evitar, quando possível, ficar sentado por muito tempo;
  • Evitar uso de cremes gordurosos;
  • Se possível, submeter-se a um método de depilação definitivo na região, como laser, para evitar o uso de cera e lâmina frequentemente;
  • Esfoliar a pele do bumbum uma vez ao dia.

Esfoliação do bumbum: como fazer + produtos

Dra. Roberta indica que a esfoliação seja feita uma vez ao dia, no banho. É importante não esfoliar a pele caso já exista inflamação, pois, além de machucar, você corre o risco de piorar o quadro.

Faça movimentos circulares suaves em todo o glúteo usando uma bucha vegetal e um sabonete cremoso ou um creme esfoliante. A dermatologista indica três: Scrub, da marca U.Sk, Pate Delice, da marca L’Occitane, e Óleo Esfoliante Andiroba, da marca Natura.




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

3 votos, média: 2 de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário