Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

O lado negativo do SUSHI: Pode ser muito PERIGOSO! Entende porquê

Tipo:


Quase toda a gente já provou Sushi alguma vez na vida, algumas pessoas adoraram, outras detestaram. O rolo de salmão, o terivaki, o sashimi, entre muitos outros… Muitas pessoas adoram comer sushi e fazem-no com alguma frequência, mas o que muita gente desconhece são os perigos que estão associados a comer sushi.

Um homem chinês que comia sushi várias vezes por semana, foi ao médico queixando-se de dores no estômago e muito ardor na pele, e quando lhe fizeram exames verificaram que estava com o corpo infestado de pequenos bichinhos parasitas. Parece mentira? Mas é apenas um caso de muitos que ocorrem diariamente.

A maioria das pessoas não sabem, mas todos os peixes contém um parasita chamado Diphyllobothrium latum, mais conhecido como a ténia do peixe, e causa doenças como difilobotriose, a parasitação por Diphyllobothrium e sucede ao consumir peixe cru ou pouco cozinhado. Os sintomas costumam ser dor abdominal, debilidade e perda de peso. Esta parasitação pode chegar a ser fatal se as ténias atingirem o cérebro. Uma vez que a pessoa seja infectada, as ténias multiplicam-se e crescem passando inadvertidas durante semanas ou até mesmo meses.

Muitos estudos feitos demonstraram que consumir peixe cru pode derivar em numerosas infecções parasitárias. As infecções pela ténia do peixe ocorrem após ingerir a larva do diphyllobothrium que se encontra em peixes como o salmão, que cru ou inclusive marinado ou defumado também existe risco de contrair a infecção. Como o salmão é muito utilizado no sushi, é verdadeiramente importante estarmos cientes dos riscos que este peixe pode trazer.

Existem numerosos tratamentos químicos para combater eficazmente as infecções por parasitas como a Niclosamida, mas também existem muitas alternativas naturais como o Black Walnut Hull que é efetivo para aniquilar parasitas adultos.

A melhor forma de evitar o risco de contaminação é mesmo manter-se sempre que possível longe de peixe cru, principalmente os peixes de água doce que são os mais perigosos. Informe-se bem daquilo que come e cuide da sua saúde.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

1 votos, média: 2 de 5


Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário