Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Fiquei com vergonha, conta aluno de 12 anos que foi humilhado por vice-diretor ao ser obrigado a assistir aula descalço

Tipo:

294af17ecc5b1b38911a3298118c83ec.jpg

Falta de respeito, vergonha, tristeza e humilhação. As palavras citadas marcaram o dia de escola de um aluno de 12 anos do Centro de Ensino Fundamental Arapoanga, em Planaltina, no Distrito Federal.

Durante o intervalo das aulas, o garoto brincava com seus amigos jogando futebol com uma bolinha de papel. Ele estava descalço e segurava suas sandálias nas mãos. Quando o recreio terminou, ele as colocou no chão para calçá-las e foi nessa hora que algo lamentável aconteceu: o vice-diretor da instituição, Jordenes Ferreira, pisou no pé do estudante e recolheu seu calçado. Na hora, a criança sofreu com a chacota dos colegas, que mais tarde perceberam que a situação era séria.

O menino conta que quando tentou recuperar suas sandálias, Jordenes disse que já que ele gostava de ficar descalço, então que assim ele fosse para a sala de aula. “Fiquei com muita vergonha. Assim que cheguei à sala, abaixei a cabeça e fique chorando, mas os meus amigos me defenderam e falaram para eu não ficar triste”, disse o aluno, abalado.

  1. O Professor e Vice-Diretor, Jordenes Ferreira

A atitude do vice-diretor, felizmente, não passou despercebida. O caso foi relatado ao Conselho Tutelar, que ao encaminhar um representante à escola após a denúncia de um servidor do local, constatou o caso de abuso ao ver a criança chorando e descalça em sua cadeira. Ainda na escola, Jordenes, que inclusive se candidatou à vereador na cidade, recebeu voz de prisão e foi escoltado por policiais até a delegacia.

À Divisão de Comunicação da Polícia Civil, o acusado alegou que apenas exercia o seu poder disciplinar e que em momento algum expôs o estudante a qualquer tipo de vexame.

Um vídeo (abaixo) mostrando a reação do aluno e dos colegas viralizou na web e chegou, junto com as denúncias, à Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, que prometeu tomar providências em relação ao caso. Segundo o presidente do órgão, Ricardo Vale, o vice-diretor protagonizou uma ação “despida de qualquer sensibilidade humana”.

Ao Jornal Correio Braziliense, a diretora do centro de ensino, Eunice Correia, afirma que não tinha conhecimento do episódio, pois estava almoçando no momento em que aconteceu e só ficou a par do ocorrido quando Jordenes foi abordado pelo Conselho Tutelar.

Também ao jornal, a chefe da Corregedoria da Secretaria de Educação, Mônica Gondim, comentou que já foi instaurado um procedimento de investigação preliminar: “Se conseguirmos levantar todos os dados, na próxima semana poderemos instaurar um Procedimento Administrativo Disciplinar”, ressalta a representante do órgão. Caso fique provado que o vice-diretor cometeu excessos, a punição pode variar de uma suspensão de até 90 dias à perda do cargo.

No vídeo abaixo, o aluno e a mãe se manifestam a respeito do triste ocorrido:

E você, o que acha a respeito do caso: abuso de poder somado ao preconceito pelo aluno de origem humilde estar calçando sandálias ou simplesmente ação disciplinar?




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário