Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

4 coisas que quem tem (ou já teve) alergia a bijuteria precisa saber

Tipo:


A alergia a bijuterias é uma das formas de dermatites de contato mais comuns. Ela causa reação na pele devido à exposição a um alguma substância capaz de gerar irritação. O problema faz com que as pessoas, principalmente mulheres, precisem evitar o uso desses acessórios, que contêm níquel em sua composição. O metal é o mais associado ao aparecimento da alergia, segundo a dermatologista de Clínica Jerez de Dermatologia, Dra. Thais Jerez.

A condição pode aparecer desde cedo, se for um problema genético. Mas também pode surgir ao longo do tempo, se a pessoa tiver uma predisposição a ter alergia e entrar em contato com o níquel durante um período, o que vai acabar desenvolvendo o problema. “O contato frequente com o níquel pode dar alergia em pessoas predispostas”, explica a dermatologista.

Alergia a bijuterias: o que fazer?

  • Sem automedicação

Ao desenvolver a alergia a bijuteria, é comum que a pessoa passe a ter coceiras, o principal sintoma que aparece ao se ter contato com o objeto. Além disso, a pele também pode ficar avermelhada. Esses sinais indicam que é preciso procurar um dermatologista para fazer o diagnóstico. A partir disso, o especialista vai receitar algum medicamento a base de corticóides. Portanto, se você está com alergia, fuja da automedicação, pois ela pode ser bem perigosa para a saúde. 

A médica recomenda que os pacientes também façam uma boa hidratação na pele, pois a alergia a deixa mais ressecada. Outra indicação importante é suspender o uso do objeto causador da alergia, mesmo em outras regiões que não sejam onde se manifestou a condição: “Deu alergia à anel deste material, é preciso parar de usar brinco também”. 

  • A alergia pode ser para sempre. Ou não

De acordo com a dermatologista, via de regra, a alergia costuma ser para sempre. No entanto, a alergia é muito associada ao sistema imunológico. Se o paciente faz o tratamento, e depois muda alguns hábitos, a alergia pode melhorar. Pode-se tentar reintroduzir a bijuteria aos poucos, mas tudo vai depender de como a pele vai reagir àquele contato novamente.

  • Você pode até usar a bijuteria por uma noite

Dependendo de como está o sistema imunológico, e principalmente se você estiver há um bom tempo sem sofrer uma crise alérgica, pode tentar usar a bijuteria para alguma ocasião especial. “Geralmente não é uma alergia aguda, ela demora, pode levar várias horas para aparecer”, explica Dra Thais. 

A pele fica mais sensível com a alergia, então, se você teve uma irritação recentemente, é melhor não usar o acessório. “Vai de paciente para paciente. Tem gente que a alergia ataca em algumas horas. É preciso não ter tido nenhuma lesão de dermatite alérgica recente. Ela tem de fazer o sistema imunológico esquecer aquela alergia. Quanto mais contato você tiver, pior é”, explica. 

  • Não precisa se restringir ao uso de joias

A especialista afirma que as pessoas que têm alergia geralmente podem usar acessórios de prata, porque o material não tem muito níquel em sua mistura. Assim, você não precisa se restringir ao uso de joias, normalmente de ouro, que são mais caras.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5


Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário