Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Textura, cheiro e cor: essas 5 dicas vão te fazer passar bem longe da carne estragada

Tipo:


A Operação Carne Fraca da Polícia Federal nos pegou de surpresa. Como poderíamos imaginar que as carnes que consumimos diariamente em praticamente todas as nossas refeições estariam naquele estado?

Para entender melhor e de uma forma mais simples, vou te explicar bem rapidinho: alguns selos de qualidade foram carimbados em produtos alterados quimicamente, para que o prazo de validade fosse modificado sem que pudéssemos perceber.

Acontece que quando a carne passa do prazo de validade, ela fica muito mais escura do que uma carne fresca. Para “maquiar” o seu aspecto, eles adicionam ácido ascórbico, pois com ele, o alimento volta a ter cor semelhante a um mais “novo”.

large_comoevitarcarnesestragadas7-min

Mas não se desespere! Há um jeito de passarmos por cima disso e não correr risco de comer carne estragada. O importante é prestar muita atenção na hora de escolher o alimento usando as seguintes dicas:

1. Selo de qualidade

large_comoevitarcarnesestragadas5-min

Eu sei que em alguns lugares foi constatado que modificaram o selo de qualidade, mas especialistas ainda afirmam, mesmo com o que foi revelado na operação, que eles são os melhores indicativos de segurança dos alimentos. São os selos que devem guiar os consumidores na hora de escolher a carne.

2. Conferindo a embalagem

large_comoevitarcarnesestragadas3-min

Além de verificar se o balcão onde está a carne é refrigerado, pois é o que conserva o produto, o melhor a se fazer é dar preferência a carnes que estão embaladas. Quando compramos por quilo não temos noção nenhuma do prazo de validade. Eu sei que em alguns lugares, também mudaram o prazo, então se você tem dúvidas quando estiver com a sua carne na mão, pense nas próximas alternativas:

3. Coloração

large_comoevitarcarnesestragadas-min

Quando a carne está mais escura, ela provavelmente passou do prazo de validade ou permaneceu muito tempo fora de refrigeração – o que acelera na sua decomposição. Prefira sempre comparar as cores das carnes, pois mesmo se nela foi usado o ácido, ainda existe uma leve diferença na coloração. A carne de aves varia desde o branco azulado até ao amarelo, a carne de porco crua é cinza-rosado e a carne vermelha deve estar no tom vermelho-púrpura (um tom mais escuro e pouco brilhante).

4. Cheiro

large_comoevitarcarnesestragadas1-min

Essa é uma forma bem fácil, ou talvez a mais fácil, de verificar a qualidade da carne. Se ela possui um cheiro mais forte, muitas vezes lembrando a mofo, nem pense em comprar! As aparências enganam, então prefira sempre sentir o odor antes de verificar a cor e outros aspectos.

5. Textura

large_comoevitarcarnesestragadas4-min

Quando a textura da carne está viscosa ou pegajosa, significa que está podre. Se possui cantos esverdeados, então, nem pensar! Significa que fungos estão se aglomerando no local.

Essas são as principais formas de se atentar na hora de comprar nossas carnes. Não deixe de ingerir essa proteína devido ao escândalo da última semana, afinal, nem todas passaram por adulteração!

Apenas lembre-se de seguir as regras e sem medo! E você tem alguma outra forma de saber se um alimento está estragado ou não?

 

Fotos: Divulgação – Procon RJ



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário