Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Por que definitivamente você NÃO deve espremer espinhas (e o que fazer em vez disso)

Tipo:

.

Ninguém sabe exatamente o que provoca espinhas. É provável que as alterações hormonais, tais como aquelas que ocorrem durante a adolescência ou a gravidez, têm alguma ligação com sua incidência, mas ainda existem muitos mitos sobre as causas da acne.

O histórico familiar, por exemplo, pode ter relação com o aparecimento de espinhas ou não. Porém, o que todo mundo já deveria estar cansado de saber é que espremê-las só deve piorar o quadro.

Razões para não espremer espinha

1. A prática pode causar infecções e até mesmo doenças mais graves, como meningite. Além, é claro, da vermelhidão, inchaço, cicatrizes e manchas na pele. Ao espremer uma espinha formamos uma porta de entrada para as bactérias que colonizam a nossa pele para adentrarem a derme e o tecido subcutâneo, causando infecções.

2. Além disso, a atitude não faz com que a espinha desapareça. Momentaneamente pode até ser, mas na verdade só piora o quadro. Isso porque, ao espremer, você força o pus a sair, o que machuca sua pele e a deixa com uma ferida aberta. Uma porta de entrada para outros agentes infecciosos.

3. Por mais limpa que esteja sua mão, ela contém bactérias, principalmente embaixo das unhas, que vão entrar na pele e agravar o quadro de acne. Ao espremer uma espinha, você praticamente abre brecha para outras espinhas surgirem.

4. Você pode fazer com que a espinha permaneça inflamada por mais tempo. Quando você aperta e tenta extrair uma espinha, pode estar empurrando ainda mais profundamente as bactérias para dentro da pele, causando inchaço e irritação e cicatrizes vermelhas ou marrons.

5. Essa cicatriz resultante da espinha pode ser permanente e só vai deixar sua pele depois de alguns tratamentos, peelings e uso contínuo de cremes. Sem contar que, após cutucar a inflamação, a pele fica ainda mais vermelha e o problema fica aparecendo até maior do que é.

6. Quando a acne está inflamada, o ideal é nem fazer limpeza de pele e tratar o problema com remédios via oral. Em alguns casos, até o uso de esfoliante é contra-indicado e só seu médico sabe certo qual o melhor jeito de tratar sua pele, consulte-o.

O que fazer?

A forma mais indicada de lidar com alguma espinha, quando aparece, é ter paciência e recorrer ao tratamento específico com cremes prescritos por um médico dermatologista. Quando a acne não é tão frequente e está pouco inflamada, o ideal é você aplicar um gel secativo sempre antes de dormir, após higienizar a pele. 

Esses produtos costumam conter em suas fórmulas ácido salicílico e extrato de benzoíla, duas substâncias que ajudam a espinha secar mais rápido, reduzindo o risco de lesão na pele já que matam as bactérias e tratam de dentro pra fora.

Uma receita emergencial caseira é recorrer a uma pasta de ácido acetilsalicílico. Esmigalhe um comprimido pequeno de aspirina e misture com a quantidade de água suficiente para fazer uma papinha. Na pele limpa e seca, aplique a solução e deixe agir por 10 minutos sobre a espinha. Depois, lave com água morna e não passe nenhum outro produto por cima, pelo menos nas primeiras horas.




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Receitas Sugeridas...

Quantos litros de água se deve beber por dia para emagrecer e ter saúde?

Ela garante a boa saúde, espanta doenças, colabora com a boa aparência...

CIENTISTAS DESCOBREM COMO RECUPERAR COMPLETAMENTE O SISTEMA IMUNOLÓGICO EM APENAS 72 HORAS!

Dessa forma, seu corpo luta e vence ameaças como vírus e bactérias,...

Bolachas de Macaron com Brigadeiro

Deliciosos docinhos coloridos, Bolachas de Macaron com Brigadeiro! Vai um Macaron aí...

Deixe seu comentário