Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Esta mulher perdeu 45 kg com o TRUQUE DO OVO

Tipo:


.

A história de Adriana Thyssen é bastante inspiradora: depois de ver a balança marcar 107 kg, ela decidiu mudar de vida e, sem dinheiro para uma cirurgia bariátrica, teve que contar somente com sua força de vontade. Num ano e meio, Adriana perdeu 45 kg, sem dietas mirabolantes ou personal trainer, e decidiu criar no Instagram o Blog da Drika, para contar a sua trajetória. Quer uma das dicas dela? Comer ovo no café da manhã, todos os dias.

“Comer ovo todos os dias no café da manhã pode ajudar a emagrecer. Ele aumenta a sensação de saciedade – ou seja, demoramos mais para sentir fome”, explica a blogueira, que gosta de deixar o ovo “mole” no meio, cozinhando durante apenas quatro minutos.

Adriana emagreceu 45 kg em um ano e meio e mostra sua transformação nas redes sociais

Comer ovo cru faz mal?

O meio da gema do ovo preparado pela blogueira fica molinho, com aspecto de “ovo cru”. No entanto, a nutricionista Tamara Rocha, do Espaço CM Nutrição, adverte que esta não é a melhor forma de consumir o alimento. “Comer ovo cozido com gema mole é arriscado. Existe o risco de contaminação por salmonela, que pode causar gastroenterite, uma inflamação grave do sistema gastrointestinal”, explica a profissional.

Tamara diz que há dados do Ministério da Saúde a mostrar que seis em cada dez pessoas que consomem ovos crus ou mal cozidos já tiveram febre, diarreia, dor de estômago e náusea depois do consumo – sintomas relacionados à contaminação bacteriana que pode ocorrer através da ingestão da gema mole. “A salmonela é uma bactéria presente na casca do ovo e, desde 1999, é a principal causadora de surtos de contaminação alimentar no Brasil”, expõe.

Para evitar riscos de contaminação bacteriana, o melhor é que a gema esteja dura

Como consumir?

A nutricionista recomenda que se cozinhe o ovo por aproximadamente sete minutos, numa temperatura alta (pelo menos acima de 70°C), para garantir a morte de todas as bactérias através da temperatura. Outro cuidado que pode ser tomado é verificar as condições dos ovos na hora da compra. “Prefira sempre os mais frescos, limpos e sem rachaduras”, ensina ela.

Ovo todos os dias… pode?

Apesar de a receita de ovo cozido de Drika não estar de acordo com o que a Tamara recomenda, comer o alimento todos os dias é, de fato, um hábito que pode fazer bem para a saúde no entendimento da nutricionista.
De acordo com ela, o consumo de até sete ovos por semana é saudável e traz alterações insignificantes nas taxas de colesterol. Para quem tem perfil lipídico alterado, o ideal é não passar de três ovos por semana. Os dados são de uma pesquisa da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.
Tamara diz que o ovo é uma excelente fonte de nutrientes importantes como proteínas – que fazem com que o alimento tenha um alto poder de saciedade – vitaminas (vitamina B2, vitamina E, vitamina B6, vitamina A, ácido fólico, colina, vitamina K, vitamina D e vitamina B12) e minerais (zinco, cálcio, selênio, fósforo e ferro). Segundo ela, a maior parte deles encontra se na gema, mas a clara também é fundamental porque tem albumina – uma das principais proteínas do corpo, responsável pelo transporte de nutrientes, pelo controle da distribuição de líquido pelo organismo e também pela recuperação muscular.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

2 votos, média: 4.5 de 5


Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário