Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Entenda o que é a hérnia de disco lombar

Tipo:

O que é?

Nossa coluna é formada por articulações que possuem em sua formação vértebras e discos invertebrados entre elas.

Estes discos são formados por um núcleo gelatinoso, o pulposo, e um anel fibroso. O núcleo do disco invertebral age como uma espécie de amortecedor, diminuindo os impactos sofridos pela coluna.

Além de ser responsável pela sustentação do nosso corpo e de determinados movimentos, como de rotação e inclinação da coluna.

Quando aumentam as forças exercidas no pulposo, ele se desloca e rompe o anel fibroso, se direcionando ao canal medular ou então aos espaços por onde passam as raízes nervosas. A partir daí, ocorre a compressão destas estruturas e inicia-se a hérnia de disco.

Principais causas

Um dos principais motivos desta doença é a hereditariedade. Outra causa é a falta de movimento das articulações da nossa coluna vertebral.

Com o movimento normalizado, os discos invertebrais passam a receber seu alimento, que são os suplementos encontrados no sangue, como diversos nutrientes e oxigênio.

A falta de movimento pode ser motivada por distintas razões, como obesidade, envelhecimento, problemas posturais, desequilíbrios musculares e trauma na coluna.

Sintomas mais comuns

É importante saber que os sintomas são dos mais variados, porque tudo depende do que causou a hérnia de disco.

A dor na região lombar é um dos sintomas, mas há pacientes que não o apresentam. Vale ressaltar que a dor só aparece quando a doença já está em um estágio de degeneração e dificilmente há dor no início do quadro.

E não é só a região lombar que sofre com dores. Os membros inferiores também são prejudicados, dependendo da compressão existente. Vale ressaltar que se a sua dor é do lado esquerdo, por exemplo, os membros inferiores do mesmo lado podem ser prejudicados.

Tratamento adequado

Normalmente as pessoas só procuram o médico quando a crise se agrava. É necessário ir ao médico para ter o diagnóstico preciso, afastando assim a possibilidade de demais doenças, com o intuito de ter o tratamento adequado.

Quando você está em crise, sua articulação e as estruturas em volta estão inflamadas. Para amenizar esta fase é necessário entrar com medicação a base de analgésicos e anti-inflamatórios, gelo, fisioterapia e repouso parcial.

Este tipo de repouso inclui o afastamento de qualquer atividade física. Repouso absoluto é apenas indicado em casos mais graves da doença, Após esta fase, se inicia outa fase muito importante.

Não é porque a dor desapareceu que o problema está resolvido. Assim, é importante buscar tratamento adequado com um profissional, o mais indicado é o fisioterapeuta, para tentar recuperar os movimentos na articulação da coluna.

Por fim, é a fase de manutenção na qual você deve manter o seu tratamento. Até simples massagens são muito úteis no tratamento.

Essa fase dura toda a sua vida. Nela estão inclusos bons hábitos posturais para que movimentos diários simples não ajudem na reincidência da doença.




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

3 votos, média: 1.33 de 5

Compartilhar via WhatsApp

Receitas Sugeridas...

Foto da filha de Kaká e Carol Celico impressiona: parece mais a mãe ou o pai?

Carol Celico dividiu as opiniões na internet ao divulgar uma foto de...

Quiche de doce de banana e chocolate

Quiche não é só salgada, essa aqui é doce de banana com...

5 coisas que você faz que danificam a sua coluna e você nem imagina! evite-as já!

Conhece agora alguns hábitos que podem causar hérnia discal, artroses e outras...

Deixe seu comentário