Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Ela quase morreu por causa de uma simples coisa que muitos fazemos no carro! Tem cuidado!

Tipo:


Isto que sirva de alerta para muita gente, pois muitas pessoas fazem isto, sem ser aperceberem do perigo enorme que estão a correr. Fazer este gesto ou não, pode ser decisivo entre a vida e a morte! Por isso informa-te, e avisa os teus amigos e familiares que tenham esta atitude.

Esta mulher quase morreu por causa de um simples gesto que muitas pessoas fazem no carro!
Num dia ensolarado de Agosto, Bethany Benson, 22, e o namorado estavam a voltar para casa, eles tinham ido visitar um parente.
Apreciando o sol e descansando os pés no tablier, Bethany não tinha ideia de que uma pequena decisão como esta, aparentemente insignificante, lhe iria mudar a vida para sempre.

Segundo Driving.ca antes, Bethany era uma estudante na Universidade de Trent, com especialização em francês, história e educação, seguindo o sonho de se tornar professora. Ela não se lembra do acidente, mas quer partilhar a sua história e educar as pessoas que não compreendem os perigos das suas ações.
O erro trágico? Casual, ela colocou os pés no tablier. Bethany estava no banco do passageiro do seu Pontiac Sunfire, quando o acidente de carro aconteceu, foi um choque em cadeia na frente deles que causou uma série de embates.

Um motociclista e um pequeno carro colidiram e criaram um choque em cadeia, infelizmente, o carro deles bateu no reboque do tractor na frente deles.
É um milagre que ambos tenham sobrevivido ao acidente. O namorado dela recebeu 100 pontos, mas para Bethany foi muito pior. O airbag do lado do passageiro abriu a uma velocidade vertiginosa, mais ou menos a velocidade de um carro de Fórmula Um. O airbag bateu nas pernas de Bethany, atirando-lhes os joelhos aos olhos, quebrando a sua órbita ocular, o osso da bochecha e o do nariz. Teve a mandíbula deslocada e acabou por perder o baço.
Os seus pés foram partidos e compactados deixando-os dois tamanhos mais pequenos do que eram antes do acidente. O olho esquerdo ficou dilatado de forma permanente, afetando a sua visão e a audição também mudou.

Ela também teve um reinício completo do cérebro, devido a uma hemorragia cerebral. Apesar de Bethany não ter memória do acidente, vive-o todos os dias.
Toma 20 comprimidos por dia para controlar a dor, usa sapatos especiais e aparelhos ortopédicos. Ela perdeu os amigos, e as atividades que amava por causa do acidente. Nos últimos quatro anos, a vida de Bethany foi revertida. Apesar de tudo isso, no entanto, ela defende os cintos de segurança e os airbag.
Ela cometeu um erro, todos nós já cometemos, mas ela paga o preço todos os dias.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

2 votos, média: 1.5 de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário