Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

Como evitar estrias e rachaduras nos seios

Tipo:

Estrias nos seios

“Na gravidez, há o aumento de um hormônio chamado melano estimulante (MSH), responsável pela pigmentação da pele. O escurecimento também ocorre na virilha, nas axilas e na linha do abdômen (linha nigra)”, esclarece Carla. A boa notícia é que, alguns meses depois do parto, a pele dessas regiões tende a clarear novamente sem necessidade de nenhum cuidado específico.

Já as estrias… “A descida do leite faz com que os seios aumentem de volume e estirem a pele de forma abrupta, podendo ocasionar as indesejáveis marquinhas”, diz a especialista. O ideal é que, antes mesmo da gravidez, a futura mãe comece a tomar algumas precauções. “É importante que ela hidrate muito bem a pele, com óleo de rosa mosqueta e cremes com elastina”, aconselha a dermatologista.

Como não existe cura para estria, após o parto, o jeito é recorrer aos tratamentos capazes de amenizá-las: “Os ácidos, peelings e laser dão ótimos resultados”, indica. Essa mesma distensão dos seios é responsável pela sensação de formigamento e dor que muitas gestantes costumam sentir, sobretudo, no primeiro trimestre de gravidez. “Ao se distenderem, as fibras elásticas geram mesmo uma espécie de coceira”, confirma Naufal.

Rachaduras e sangramentos nos mamilos podem ser sinais de que a pega do bebê no bico do seio não está correta

Rachaduras nos mamilos

Certamente você conhece alguém que já tenha sofrido durante a amamentação com as temíveis e dolorosas rachaduras. “Ao sugar, o bebê faz uma manobra de força contra a pele da mãe que pode levar a fissuras”, comenta Jorge Naufal. “Rachaduras e sangramentos nos mamilos podem ser sinais de que a pega do bebê no bico do seio não está correta. Deixar a criança no peito quando ela não está mamando, apenas ‘mastigando’ o bico, também leva a fissuras”, acrescenta Carla. Então, o que fazer para preveni-las? Nesses casos, posicionar a criança corretamente no mamilo pode melhorar significativamente o problema.

Se não funcionar, mesmo com medicamentos, Naufal ensina um tratamento natural: “Basta que depois da amamentação a mãe faça a higiene normal com água, removendo o leite residual e passando violeta de genciana. Depois, deve deixar a mama durante 15 minutos ao sol. Cicatriza rapidamente”, garante o obstetra.

Como prevenir é melhor do que remediar, o especialista recomenda que, a partir do sétimo mês de gravidez, a gestante já prepare os seios para a amamentação. “Determinados produtos tornam os mamilos mais resistentes às investidas do neném. Recomendo massagear o local suavemente com os dedos besuntados de óleo de semente de uva ou algas, das costelas à auréola, duas vezes ao dia. Além de ativar a circulação para a produção do leite, o bebê se cansará menos ao sugar e não haverá acúmulo de leite nas mamas, o que poderia levar a infecções e febre”, assegura.

Para evitar as rachaduras, a higiene dos seios também é de extrema importância. “Uma limpeza inadequada, com excesso de uso de sabonetes, loções e produtos contendo perfume na formulação, pode levar a fissuras e sangramentos”, adverte Carla Albuquerque. Por isso, segundo ela, sempre se deve “limpar o local apenas com água, ou água e sabonete líquido de glicerina”. E nada de escovas e buchas durante a lavagem!

A partir do terceiro trimestre de gravidez também é muito comum a secreção de um líquido amarelado pelo seio. “É o colostro, substância que antecede o leite e é de extrema importância para o bebê, pois é rico em anticorpos e aminoácidos essenciais para a criança”, esclarece Naufal. Quando isso ocorrer, não se desespere! Basta limpar a secreção com água.

Silicone ajuda?

Colocar silicone nos seios pode ser uma ótima alternativa para não sofrer com as estrias e a flacidez nos seios decorrente de uma gestação, certo? Errado! “As transformações são as mesmas e os cuidados devem ser iguais. Como o implante é colocado atrás da glândula mamária, não há nenhuma interferência sobre ela, e a flacidez irá ocorrer, mesmo que em menor grau”, garante Naufal. Por isso, o especialista recomenda: “Se o seu desejo de colocar um implante for apenas por motivos estéticos, o ideal é colocá-lo depois que não desejar ter mais filhos. Caso contrário, o silicone ficará perdido e será necessário trocar por um de tamanho maior”, alerta.




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

    Manchas podem surgir com a exposição excessiva ao sol, além do escurecimento dos mamilos.
Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário