Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

8 coisas que você pode fazer para manter o seu cérebro em forma

Tipo:


Com o passar dos anos todos os órgãos do corpo vão se deteriorando e perdendo capacidade para desempenhar todas as suas funções da forma adequada.

Por isso, muitas pessoas estão adotando  hábitos para se manterem em forma e se prevenirem para que, a longo prazo, a sua qualidade de vida não piore.

Contudo, poucos prestam atenção suficiente à sua saúde cerebral, que pode ser uma das mais afetadas na velhice e que, sem treinamento, pode desenvolver problemas mentais, perda de memória, dificuldades para dormir, entre outros.
Manter um bom funcionamento cerebral e cognitivo, apesar do passar dos anos, é algo que se pode conseguir adotando bons hábitos e exercícios. Por isso, nesta ocasião, vamos compartilhar 8 conselhos que você pode aplicar para manter o seu cérebro em forma.

1.Realizar atividade física regular

O exercício físico fortalece as células cerebrais, as conexões entre elas e, de fato, se crê que pode estimular a criação de novas células nervosas.

Este hábito contribui para melhorar o fluxo sanguíneo, prevenindo problemas cardiovasculares e reduzindo o risco de Alzheimer e outras demências.

Existem provas que demonstram que o cérebro é beneficiado até com atividade física de baixo impacto, especialmente quando se combina com uma dieta saudável, atividade mental e interação social.

As recomendações são:

Caminhar
Andar de bicicleta.
Cultivar um jardim.
Jogar futebol.
Dançar.
Pular corda.
Visite este artigo: Animais de Estimação: Você sabe por que são tão bons para a saúde física e mental?

2.Alimentação saudável

Uma má alimentação leva a altos níveis de colesterol e outros problemas cardiovasculares que aumentam o risco de problemas cerebrais.

Uma dieta pobre em gorduras e colesterol, baseada em vegetais verdes, frutas e cereais, ajuda a proteger as células cerebrais.

Alguns dos alimentos aconselhados para o cérebro são:

Espinafre
Brotos de alfafa.
Brócolis.
Beterraba
Pimentas vermelhas.
Cebola
Couves de Bruxelas.
Peixe azul.
Sementes
Frutos secos.

3.Ter maior interação social

As relações sociais fazem parte da vida de todas as pessoas desde sua infância e cumprem um papel determinante no desenvolvimento cognitivo.

Manter relações com outras pessoas, participar de atividades culturais ou praticar algum esporte de grupo podem ter um efeito protetor contra a demência.

Neste sentido, alguns conselhos para aplicar são:

Manter-se ativo no trabalho.
Participar em grupos comunitários e causas de interesse público.
Inscrever-se em clubes de jogos de cartas, de dança ou qualquer outro tipo de grupo social.
Realizar viagens.

4.Manter a calma

Estar submetido a um constante estresse físico e mental pode, a longo prazo, provocar problemas de memória e dificuldades no processo de aprendizagem.

O melhor é enfrentar as situações com uma atitude positiva, tentando manter a calma em qualquer situação. Afinal, de que serve se estressar?

5.Dormir bem

Todas as noites, ao descansar o corpo, o cérebro se mantém ativo desempenhando funções que durante o dia são impossíveis de realizar.

Nesse tempo de descanso a memória fixa as experiências e os novos conhecimentos adquiridos durante o dia e se elimina tudo aquilo que não tem utilidade.

Ter um sono curto, interrompido ou, simplesmente, não dormir provoca uma alteração cerebral imediata que se reflete nas dificuldades mentais no dia seguinte.

É aconselhável organizar os horários do sono e  procurar que este seja, no mínimo, de 7 horas, sem interrupções.

6.Aprender todos os dias

O processo de aprendizagem começa desde o nascimento e não termina nunca. Treinar a memória com estudo constante e fortalecimento é uma das melhores formas de gozar de boa saúde cerebral.

A memória pode funcionar da melhor forma até aos 30 anos. A partir de essa idade é muito importante que a exercite com leituras, escrita, jogos ou qualquer outra atividade que a mantenha mais ativa que nunca.

7.Ler um livro por semana

É incrível como algo tão prazeroso como a leitura pode fortalecer o cérebro e impedir a sua deterioração.

A leitura frequente aumenta a capacidade de concentração, favorece as conexões entre os neurônios e é um dos melhores treinamentos para evitar a perda de memória na velhice.

Leia também: Melhore sua memória de forma natural

8.Continuar jogando

A melhor forma de nos mantermos mentalmente jovens é através do jogo. Continuarmos a ser crianças apesar da idade é uma forma de colocar de lado as preocupações, o estresse e tudo aquilo que tem um impacto negativo na saúde mental.

A ilusão e os valores de infância são essenciais para manter a juventude toda a vida e não se esquecer de tudo aquilo que traz felicidade.



Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5


Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário