Água na Boca - Dicas culinárias e receitas deliciosas

Siga-nos e compartilhe

5 passos básicos para reduzir a cintura em apenas um mês

Tipo:

como-reduzir-a-cintura-500x334

Para reduzir a cintura devemos levar em conta que o excesso de gorduras nem sempre se acumula nas mesmas partes do corpo quando ganhamos peso.

Ele depende de fatores como a constituição genética, mas também da alimentação, dos hábitos de exercícios e das alterações hormonais.

Neste artigo contaremos quais são os cinco passos básicos para reduzir a cintura em um mês de forma natural e favorecendo a saúde.

Reduzir a cintura e se cuidar ao mesmo tempo
De nada servirá fazer dietas restritivas para perder peso e reduzir a cintura. Além disso, se você tende a acumular gordura no abdômen, é possível que emagreça em outras partes do corpo e que a região abdominal continue igual.

Por este motivo é fundamental seguir estes passos básicos. Ao levar em conta as possíveis causas deste problema, você não apenas conseguirá reduzir a cintura, mas também irá melhorar a sua saúde e se sentirá mais leve, cheio de energia e vitalidade.

1. Comer até 80% da nossa capacidade
Comer até 80% significa que devemos nos acostumar a não nos enchermos nas refeições, e sim a terminarmos com um pouco de fome.

O ponto ideal é aquele no qual não sentimos mais fome, mas podemos continuar comendo algo mais, por exemplo, a sobremesa.

Para conseguir fazer isso é preciso aprender a comer de maneira correta, a mastigar bem os alimentos, a comer de maneira tranquila e relaxada, sem pressa, sentados e sem distrações importantes.

Assim, nos sentiremos saciados mais rápido e evitaremos comer demais ou por ansiedade.

Comer até 80% da capacidade nos ajuda a reduzir a cintura de forma progressiva, a evitar o inchaço, a nos sentirmos mais leves e a termos menos sono após as refeições.

2. Mais proteínas e gorduras boas

Quando queremos perder peso e volume costumamos pensar em reduzir as calorias e comer muita salada.

No entanto, cada vez mais estudos demonstram que as dietas hipocalóricas não são saudáveis e, além disso, provocam um efeito rebote de forma que costumamos recuperar o peso perdido e até alguns quilos a mais.

Comer proteínas emagrece e nos ajudar a diminuir a cintura, mas devemos fazer isso com bom senso.

Iremos escolher sempre a maior parte das proteínas vegetais (leguminosas, oleaginosas, abacate) e, de maneira regular, ovos, queijos e peixes. A que menos devemos consumir é a carne, especialmente a vermelha.

Assegure-se de consumir um pouco de proteína em todas as refeições.

As gorduras saudáveis ativam o metabolismo e nos ajudam a perder peso, por isso também iremos incorporá-las a nossa alimentação regular: óleos vegetais de primeira pressão a frio, abacate, oleaginosas e sementes, etc.

3. Não passar mais de 45 minutos seguidos sentados

O sedentarismo engorda, principalmente na região abdominal. Estar sentado durante horas contribui para o ganho de peso na área do abdômen e pode ser prejudicial para a saúde a longo prazo.

Devemos programar um alarme a cada 45 minutos para nos levantarmos da cadeira e fazermos alguma atividade ou exercício em movimento.

É muito recomendável fazer pelo menos duas vezes por semana algum tipo de esporte de intensidade média.

Devemos manter sempre uma boa postura. Se a lombar se enfraquece isso também pode aumentar o tamanho da cintura.

4. Massagear a cintura

Em alguns casos também pode haver uma má circulação ou má drenagem linfática na região da cintura, por isso também podemos reduzir o seu volume fazendo massagens de forma regular.

Podemos fazer a técnica da escovação a seco ou então usar um pouco de óleo ou loção hidratante.

Também podemos acrescentar algumas gotas de óleo essencial de limão, que ajuda a eliminar as gorduras, e de alecrim, que melhora a circulação, para potencializar os efeitos da massagem.

Os cataplasmas de argila também são muito eficazes. Podemos aplicá-los em algum momento do dia ou então deixá-los agir durante a noite.

5. Regular os hormônios

Durante a menopausa as mulheres costumam sofrer um aumento de gordura na região do abdômen. No entanto, muitas mulheres passam por isso em qualquer idade, mesmo mantendo uma boa alimentação e fazendo exercícios.

Há alguns suplementos naturais que podem nos ajudar a regular os hormônios:

Raiz de maca
Vitex
Óleo de linhaça
Erva-doce
Inhame
Sálvia




O renomado Dr. Rocha tem um vídeo bem INCRIVEL sobre emagrecimento, se tiver alguns minutos assista... Clique AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DO DR. ROCHA

Ingredientes

Avalie esta receita
Avaliação média

votos, média: de 5

Compartilhar via WhatsApp

Deixe seu comentário